27.4.07

NAO VAIS COMER MAIS, POIS NAO SANDRO?



Sandro, importaste de acabar de comer rapidamente para pegares na tua filha? Mas que coisa, eu bem te disse que não queria vir. Também quem é que a manda casar num dia de tanto calor? Sandro despacha-te! A tua filha está a começar a enervar-me a paciência. Eu bem te disse ontem à tarde que não queria vir. O teu irmão é que me convenceu. Se a Cristina não tivesse ficado com a menina a tarde toda nem tinha comprado esta saia. Acabou por me emprestar estes brincos e este colar. Também não faz mais do que a obrigação dela. Ela é que se vai casar, não sou eu. Tinha mais é que me ficar com a menina. Além disso eu expliquei-lhe bem a quantidade de pó e de água que tinha de pôr para dar de biberão à tua filha. Quero lá saber que ela nunca tenha dado biberão a um bebé. Ela não diz que te filhos? Então é bom que comece a praticar. Olha, eu se soubesse o que sei hoje não a tinha tido. Bem arrependida estou. Sandro, ainda não comeste? Até parece que não comes em casa! Bem, em casa não comes, mas comes no restaurante. Sim, que eu não tenho paciência para cozinhar. Além disso estou desempregada e preciso de descansar. Para que é que esta miúda se põe assim a suspirar? Pareces tu quando estás com a telha ou enervado. Sai mesmo ao pai, a miúda. Até parece que tem algum motivo para se enervar, a miúda. Não tem de ficar o dia todo em casa a lavar a roupa com uma criança a chorar. Se ela se ouvisse chorar de certeza que parava com isso imediatamente. Só não percebo porque é que no colo dos outros ela não chora. Deve fazer mesmo de propósito para me enervar. A propósito, a tua roupa já está toda lavada. Está lavada. Mas nas máquina. Tens de a estender e depois arrumar. Sim, que eu já arrumei a minha e a da tua filha. E vê lá se não demoras tanto tempo a arrumar a roupa como demoras a comer. Que a tua filha está cheia de fome. Até nisso sai ao pai. Se tivesses sido tu a carregá-la durante nove meses na barriga já sabias o que era. Eu é que sei. Dá-me cá um cigarro, que já estou a ficar enervada. Que coisa, esta miúda está cada vez mais pesada. Olha Sandro, eu assim vou-me embora. Ficas aqui com a tua filha e eu vou para casa ou vou dar uma volta. Que estou eu aqui a fazer neste casamento onde não conheço ninguém e as únicas pessoas que conheço são os teus irmãos aqui sentados na nossa mesa e sinceramente já não suporto olhar para a cara deles. Eu devia era ter chamado a polícia naquele dia que me estavas mesmo a enervar. Quero lá saber se não estávamos na nossa casa, tu estavas-me a enervar. O teu irmão não tinha nada que se ter metido e ter dito que a casa dele eu não chamava a policia, e que a menina estava sozinha na cama de casal e que se podia mexer e cair. Olha mais valia ter caído. Não vais comer mais, pois não Sandro? Porque é que disseste ao homem para te servir outra vez Sandro? E o que é que aquela rapariga está a olhar para mim? Também deve querer vir fazer festinhas à miúda. Devem pensar que isto é algum macaco no circo. E olha que às vezes bem parece. Nasceu tão peluda e tão bochechuda. Também com aquilo que me obrigou a comer a gravidez toda, não admira que tenha estas bochechas gordas. Olha, gorda estou eu e a culpa é da tua filha. Já viste estes pneus? Quando é que eu me vou livrar disto, Sandro? Sandro, estás-me a ouvir? Tu não vais comer mais, pois não? Olha agora é que me vou mesmo embora, ficas aí com a tua filha que eu vou pegar no carro e vou para casa. E tu se quiseres apanha um táxi ou pede a um dos teus irmãos para te levar. Também quem é que mandou o teu irmão vir casar tão longe? Quando eu me casar há-de ser bem pertinho de casa para quando eu quiser me ir embora, e tu ficas lá a comer com os teus convidados. Quando é que paras de comer e me pedes em casamento Sandro? Já acabaste de comer? Pega na tua filha Sandro. Sandro, onde é que vais Sandro? Se vais à casa de banho, acho bem que não te demores. Sandro? Nem penses em ir fumar lá para fora ou ires dançar, estás-me a ouvir Sandro? Sandro? Ainda não está na hora de irem sujar o carro todo ao teu irmão com espume de barbear e pó de talco. Sandro? Sandro, nem penses que te vais embora sem mim! Sandro, onde é que vais? Sandro? Sandro?

3 comentários:

Denise disse...

Ai este texto LOOOL...
Fez-me lembrar a minha tia...não no mesmo contexto, mas lembrei-me mesmo dela e da minha primita...
Isso não é uma mulher, é um sargento...! Irra!*

gaohui disse...

Davidson garment is a quintessential Harley abercrombie Outlet davidson item, especially if you feature ones Harley decked abercrombie and fitch over. Featuring the whole distinctive line of leather abercrombie sale jackets, t-shirts, buckles, hats, belts, boots abercrombie & fitch and helmets, feeling of guilt reason this is abercrombie not to accessorize to max.A decent buy Harley enthusiast will abercrombie uk go in closet and grab a Harley t-shirt, leather jacket and boots. But, abercrombie london does your closet contain present accessory considering all abercrombie and Fitch Polo of? The Harley helmet. With out them your road abercrombie Polos trip could end in disaster.

Anónimo disse...

Doing the same thing for thomas sabo diamonds is going to cost you thomas sabo sale an arm and a leg as the colored diamonds thomas sabo jewellery are hard to come by. thomas sabo charms The deposit and jewelry boxes you have, thomas sabo online as well as desk and cabinets, vehicle doors and windows, sabo jewellery home and store front doors can all get ruined. thomas sabo charms sale Using a skilled locksmith you'll cheap thomas sabo charms be able to have the assurance that you get the best work that will be done right and guaranteed.All to often, discount thomas sabo charms instead of finding an automotive locksmith, thomas sabo charms clearance Washington DC residents try to take matters in to their own hands.